NOVIDADES

 
Creative Commons promove projeto para melhor partilha e acesso a notícias
with Sem comentários

Avaliar as necessidades, oportunidades e objetivos dos jornalistas em termos acesso livre à informação são os objetivos do projeto “Better News Sharing and Access”. Promovido pela organização sem fins lucrativos … Ler Mais

ALPMJ integra projeto ibérico contra a desinformação
with Sem comentários

  A Associação Literacia Para os Media e Jornalismo (ALPMJ) integra o projeto IBERIFIER – Observatório Ibérico da Desinformação, parte do European Digital Media Observatory e financiado pela Comissão Europeia, … Ler Mais

ALPMJ em conferência na Madeira
with Sem comentários

  O projeto Literacia para os Media e Jornalismo foi um dos destaques da conferência ‘Desinformação e Literacia Mediática na Madeira’, que decorreu a 17 de setembro, no Centro Cultural … Ler Mais

SOBRE O PROJETO

A Associação Literacia para os Media e Jornalismo tem por missão disponibilizar a professores e outros públicos metodologias, recursos e ferramentas que possam ser usadas em atividades de literacia para os media com alunos, comunidades escolar e educativa, ou outras.

Compreender os media

Abordar os media na era da pós-verdade implica um enquadramento muito focado em quem são os media e como funcionam, bem como as funções dentro de uma redação, versando ainda sobre o online e jornalismo digital e como se lê e consome notícias na atualidade, incluindo via redes sociais.

Criar espírito crítico

As novas gerações têm um outro perfil de consumir notícias, nomeadamente através de imagens e vídeos, e consumo via telemóvel. Para criar um espírito crítico perante a informação, é importante comunicar o perfil dos jornalistas, como se constrói uma notícia, os valores-notícia/ critérios de noticiabilidade ou os elementos do jornalismo.

Incentivar a criatividade

O incentivo da criatividade de jovens pode ser desenvolvido através do trabalho com fontes de informação para jornalistas e para o público em geral, o conhecimento dos géneros jornalísticos e a hibridização de géneros no jornalismo digital, e o alerta para o perigo das notícias falsas, o que pode contribuir para a formação de públicos ativos e críticos em relação à informação, e conhecedores dos mecanismos de denúncia.